sábado, 17 de maio de 2014

INQUÉRITO POLICIAL MILITAR- IPM, DEVERÁ SER INSTAURADO PARA APURAR RESPONSABILIDADES NA GREVE DA PM






O Secretário de Defesa Social,  Alessandro Carvalho, falou, no NETV, que serão apuradas as responsabilidades da greve da PMPE e que no IPM, conforme for apuradas as responsabilidades de cada um, essas pessoas pagarão conforme ordena a Lei. O Secretário não falou quando, será aberto os IPMs, nem quem irão presidí-los, mas com certeza não ficarão impunes quem, de alguma maneira participou, ou contribuiu para que a greve acontecesse. Isso já era previsível, em outros momentos e em outras paralisações isso já havia acontecido. só que como a maioria da tropa de Policiais é uma tropa nova, que não passou pelos eventos anteriores, achavam que o Governo iria ficar refém da situação. só que existe  toda uma legislação, complexa de Leis, Decretos, Portarias que regulam a vida Policial MILITAR,  e que mesmo antigos, esses dispositivos legais estão a disposição das autoridades para frear, coibir e punir os " DESVIOS" de conduta dos Policiais Militares. Achar que vão ficar impunes ou serem anistiados, esqueçam. O Estado não age como mãe  e pai que, as vezes, passam a mão na cabeça e dizem: ' NÃO FAÇA MAIS ISSO". O Militarismo é movido pela teoria Behaviorista, que quando quer enfraquecer um comportamento Pune e que quando quer reforçar elogia, essa é a Psicologia Militar.

Portanto quem participou do movimento tenha a certeza, que vai chegar nas suas mãos um documento assinado por uma autoridade, timbrado, com os dizeres: Devês comparecer ao local tal, as tantas horas a fim de ser ouvido no IPM, por haver participado do movimento de paralisação da PMPE. Ou então assim: Devês informar o motivo pelo qual recolhestes ao aquartelamento...  Esse é o regime, todos foram voluntários par ser Policial Militar, então sejam bem vindos ao mundo real, das Leis, Regulamentos, Portarias e Decretos que regem a conduta Militar.

10 comentários:

  1. o fim de uma greve é sempre assim se não fizer greve não sai nada coronel

    ResponderExcluir
  2. Sabe de nada, inocente!

    ResponderExcluir
  3. Uma vergonha esse Militarismo nojento!!! A pessoa tem que chegar a uma situação extrema de greve pra ver se alguém faz o que já é de direito!

    ResponderExcluir
  4. Uma vergonha esse militarismo que obscurece o direito de alguém. Como o policial pode viver coagido a um regimento?

    ResponderExcluir
  5. Se o resultado de uma paralisação era previsível, POR QUE o Governo não atendeu ao pleito dos Militares de Pernambuco que gritam pelo subsídio desde 2011? Por que só concedeu agora, depois de um movimento? Por que não concedeu antes e evitou o movimento? Se o Governo fez agora é porque já havia como fazer antes e não o fez porque não quis, certo?

    ResponderExcluir
  6. Essas palavras foram realmente de um Secretário de Governo? que interessante..., mais parece de um Ditador Maquiavélico, encolerizado, cego, pobre, nu e miserável...Excelência cuidado com o que diz, pois pode vir outra GREVE em defesa de possíveis represaria, observe que os quarteis ficaram parados! Porquê? Pense nisso. Seja mais político ao falar, ainda que em mente deseje tudo quanto disseste ô incompetente Secretário, você está expondo ainda mais o Governo já fragilizado, ou é realmente isto que queres? Acabar de vez com essa forma de governo, se for, parabéns, estás no caminho certo e desconsidere o que disse.

    ResponderExcluir
  7. espero que seja publicado galho de mato

    ResponderExcluir
  8. Para o Sr. Secretário de Defesa Social é muito simples prestar declarações a fim de dar uma resposta à sociedade pelos danos causados, bem como, garantir a sua posição como homem do governo. Enquanto "cidadãos", aproveitando-se de um momento de fragilidade, se viram no direito de saquear lojas e provocar desordem são apenas ouvidos e quando muito prestam serviços comunitários, policiais militares são punidos severamente e em muitos casos expulsos da corporação como verdadeiros bandidos. Perguntamos ao Sr. Secretário se alguma vez ele interceptou ou conversou com algum policial de serviço sobre os equipamentos de proteção individual com validade vencida ou que na maioria das vezes não tem? não é previsto na legislação? quer dizer que a Lei só serve para apurar nessa horas? Não! a verdade é que quando se está com o chicote na mão, açoito quem eu quero. Inclusive não se enganem, não somente policiais, mas qualquer um da sociedade, alegando a manutenção da ordem pública. Todavia, tal declaração vem somente reforçar, que a ditadura permanece viva e ditando as regras.

    ResponderExcluir